Abrir a Pesquisa Abrir o menu

CONHEÇA O PROJETO QUE ESTIMULA A RECICLAGEM EM CONDOMÍNIOS

1 de abril de 2022 | Adote um condomínio minutos de leitura

Já pensou em engajar as pessoas que moram ao seu redor em causas que provocam grandes impactos positivos no planeta? O Instituto Muda faz isso por meio de um projeto super interessante e viável, o "Adote um condomínio".

O objetivo principal do projeto, idealizado pelo Instituto Muda, é gerar soluções sustentáveis por meio da gestão de resíduos em condomínios. Para que seu condomínio participe, basta uma empresa patrocinar a implementação do projeto e os contêineres para descarte seletivo. Assim, fica sob responsabilidade do condomínio pagar apenas a coleta do material.

METODOLOGIA

Com metodologia pioneira e exclusiva, o Instituto Muda busca conscientizar as pessoas sobre a importância da reciclagem e como o tema deve ser debatido e colocado em prática por meio de projetos como o Adote um condomínio, sem onerar o bolso dos condôminos.

A metodologia do Instituto consiste em analisar e desenvolver um projeto de gestão de resíduos personalizado para cada edifício, proporcionando maior conhecimento a respeito da reciclagem para todos os envolvidos. Além disso, todos os agentes do processo aprendem sobre o impacto ambiental positivo causado pela reciclagem e como o simples hábito e pequeno ajuste na rotina ao separar os resíduos proporcionam geração de rendas para cooperativas.

O Instituto Muda é considerado pelo Ministério do Meio Ambiente uma das 20 práticas referências em educação ambiental para gestão de resíduos no Brasil. Pioneiros no país, o Instituto é a empresa com maior experiência na implantação de descarte seletivo em condomínios residenciais.



Legenda da imagem:
Fluxograma de como funciona o projeto em condomínios.
Fonte: Site Instituto Muda / Reprodução

O PROCESSO NA PRÁTICA

O processo começa com uma visita técnica do Instituto Muda, seguido da apresentação de um projeto de infraestrutura e custos envolvidos. A partir disso, inicia-se a educação ambiental com treinamento de funcionários e domésticas por meio das agentes Muda. O treinamento com os moradores acontece de andar em andar, no período noturno, para garantir mais conforto e adesão.



Legenda da imagem:
Treinamento dos participantes envolvidos.
Fonte: Site Instituto Muda / Reprodução

As lixeiras para separação dos resíduos são estrategicamente posicionadas no condomínio, com tamanho proporcional à necessidade para não faltar espaço para o descarte correto. A comunicação visual é caprichada e informa o que deve ser colocado dentro de cada lixeira.

A quantidade de recicláveis é recolhida por uma equipe e frota de logística do Instituto. Após análise, o material é 100% doado para cooperativas de reciclagem de baixa renda. Cerca de 400 toneladas são doadas mensalmente e esses materiais separados viram dinheiro, pois o que vem dos prédios acaba rendendo muito mais, por chegar em condições muito melhores para reciclagem e até reuso.

Após todo o processo, o Instituto Muda informa os resultados da coleta por meio de um relatório personalizado do condomínio em questão, mostrando a qualidade dos resíduos separados e os impactos positivos que o trabalho gera ao planeta e à sociedade.



Legenda da imagem:
Lixeiras para a separação de resíduos recicláveis e orgânicos.
Fonte: Site Instituto Muda / Reprodução

RECICLOU, GANHOU!

Além de promover diminuição de custos operacionais para o condomínio, os moradores e funcionários do lar contam com diversos benefícios em empresas parceiras do Instituto. São descontos e prêmios que podem ser acumulados por meio do aplicativo da empresa.

Quando os participantes levam os recicláveis até os contêineres destinando-os corretamente, eles podem captar o QR CODE e vão acumulando pontos para trocar por benefícios em produtos ou serviços. Atingindo 80 pontos (o equivalente a 1 mês de utilização do App) é possível realizar a troca.



Legenda da imagem:
Ilustração da tela do app, que possibilita o condômino trocar pontos por uma série de benefícios.
Fonte: Site Instituto Muda / Reprodução

PARTICIPANTES DO PROJETO

Atualmente o condomínio Páteo Andaluz, em São Miguel Paulista, é o residencial que tem o projeto em andamento em parceria com o Movimento Plástico Transforma. São 200 apartamentos, 9 blocos e 800 moradores que residem no local.

A expectativa é que o Páteo Andaluz, que teve a implantação do projeto 'Adote um condomínio' de maneira correta, economize 70% de sacos para lixo e 30% de mão de obra. Além da organização e higiene, redução do consumo de sacos para lixo e diminuição da demanda de equipe de limpeza, o condomínio recebeu a implementação de contêineres em comodato, que é uma espécie de empréstimo das lixeiras, mas que ocorreu de forma gratuita.

Para Luciana da Silva, moradora do bloco 1, separar os resíduos corretamente não foi um processo difícil, pois já é um hábito em sua casa, porém, antes da implementação do projeto, mesmo que ela separasse os resíduos o em seu apartamento, eles acabavam sendo depositados na mesma lixeira e se misturando com o orgânico. Depois que o projeto foi colocado em prática, o descarte passou a ocorrer corretamente.

Luciana, que já era adepta a separação dos resíduos, conta que incentiva as pessoas sobre os processos de reciclagem: "a maior parte das pessoas do meu convívio também é sensível e prática, mas sempre que possível, incentivo aos demais que ainda não têm o hábito da reciclagem. A redução da geração de resíduos e a reciclagem minimizam muitos problemas nos aterros sanitários com sobrecarga, por exemplo".

Jonatas Cesar da Silva, morador do bloco 2, conta que precisou se adequar ao projeto, estabelecendo um hábito de separar o que é orgânico do que é resíduo reciclável já dentro do seu próprio apartamento. "Acredito que essa iniciativa readequa o nosso modo de tratar nossos resíduos, e consequentemente, a maneira positiva de como os resultados disso vão aparecer". Jonatas diz que começou a se interessar mais pelo tema reciclagem "em poucos dias e por experiência própria, vale investir para se reeducar, para um futuro melhor".

Para Flávio do Nascimento Rafael, morador do bloco 7, o projeto veio para mudar. "Esse apoio do projeto trouxe uma nova realidade para o condomínio, um conceito de reciclagem, que realmente precisou reciclar o pensamento dos moradores. Sabendo que precisamos ajudar o planeta, e iniciativas como essa certamente trarão novas políticas para resolver de vez essa situação do reaproveitamento de produto descartável".

Flávio conta que além de mudar a rotina dos moradores, passou a se interessar mais pelo tema. "Todo esse projeto é também difundido no boca a boca, nas conversas diárias e com certeza passando dos limites dos nossos muros. Eu mesmo hoje trago do meu trabalho, cartuchos de impressoras e outros produtos descartáveis para serem descartados em nossos contêineres fornecidos pelo projeto".



Legenda da imagem:
Para Flávio do Nascimento Rafael: "Todos esses contêiners atraem o morador, que se sente incentivado a participar".

INÍCIO E FUTURO DO INSTITUTO MUDA

Alexandre Furlan Braz, fundador do Instituto Muda, gestor ambiental e com experiência de mais de 13 anos no mercado de economia circular, logística reversa e gestão de resíduos, conta que a ideia de fundar o Instituto começou em 2008, época em que ele ainda era universitário de Gestão Ambiental.

Para ele, este modelo de negócio é, além de tudo, uma realização pessoal: "comecei a minha vida profissional empreendendo, fundando o Instituto Muda e hoje com mais de 60 colaboradores, diversos patrocinadores e parceiros, é uma felicidade muito grande ter conseguido efetivar o negócio".

O Instituto Muda prevê a expansão dos projetos em mais três cidades: Santos, São José dos Campos e Campinas. Além de manter os projetos atuais, como o Adote um condomínio, a empresa vem buscando oferecer outras soluções práticas, viáveis e de menor custo.

Estação Plástico Transforma

Reciclagem

ESTAÇÃO PLÁSTICO TRANSFORMA

A KidZania tem o desafio de trazer ao mundo real uma cidade que é, na verdade, somente para crianças. Para saber qual a sensação, você terá de levar os pequenos de 3 a 14 anos no Shopping Eldorado - 2º Subsolo, na capital São Paulo.

Saiba mais

São Silvestre

Ação

Copos plásticos d'água descartados na São Silvestre viraram lixeiras para escolas

Para reforçar a importância do descarte correto e da reciclagem, coletamos os copos plásticos d'água descartados pelos atletas na São Silvestre, reciclamos e os transformamos em lixeiras que foram doadas para escolas.

Saiba mais

São Silvestre 2019

Reciclagem

CORRIDA DE RUA VIRA AULA DE RECICLAGEM

Milhares de copinhos plásticos usados na São Silvestre se transformaram em benefício para as escolas públicas

Saiba mais